Assaltantes que fizeram 25 reféns deram nomes errados na delegacia de Santa Cruz do Capibaribe e foram autuados pelo Art. 299

Fotos: Ademilton Silva.
Durante a manhã do sábado (27), policiais civis de plantão sobre o comando do delegado Flauber Queiroz, no andamento das investigações do assalto na loja de venda e assistência técnica em aparelho celular, na Rua José Francelino Aragão no Centro de Santa Cruz do Capibaribe, no agreste de Pernambuco.

Descobriram que os elementos deram os nomes errados, além do endereço, onde na realidade José Raimundo da Silva, se chama na verdade de Adson Madeira de Carvalho, de 24 anos, e Wesley Oliveira dos Santos, se chama na verdade de Denis de Souza Carvalho, de 20 anos, ambos são da cidade de Teresina no estado do Piauí. Após terem os nomes originais os dois, ainda foram autuados pelo Art. 299 do CP (crime de falsidade ideológica).
O delegado Flaubert Queiroz, salientou que todos os procedimentos que foram realizados terá que ser refeito novamente por conta dos nomes errados. Além da ocorrência ter sido de grande repercussão, passamos praticamente a madrugada toda realizando os procedimentos, além de realizar ouvidas das vítimas e entregam dos objetos subtraídos da loja.

Denis e Adson, deram nomes e endereços errados para tentar ludibriar o trabalho das equipes da Guarda Civil Municipal, Polícia Militar através do 24° Batalhão de Polícia Militar e da Polícia Civil da 17ª Delegacia Seccional (DESEC) da Capital da Moda. Os dois permanecem a disposição da justiça.

Do: Blog Santa Cruz Mais

Nenhum comentário: